Missa em louvor a São Camilo de Lellis

A Relíquia do Coração de São Camilo de Lellis, padroeiro dos doentes e dos profissionais da saúde, está na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompeia, na capital de São Paulo. O coração chegou no dia 16 de julho e ficará até quinta-feira (19/07).

Profissionais, colaboradores camilianos, voluntários, agentes de Pastoral da Saúde e fiéis estão acompanhando as missas que são realizadas diariamente, pedindo a graça de um coração cheio de amor e bondade. Durante todo o dia, a Relíquia Insigne está exposta para visita e veneração.

No dia 16 de julho, o pároco, Pe. Arlindo Toneta, Pe. João Affonso Zago e outros sacerdotes camilianos celebraram a missa de acolhimento do Coração de São Camilo de Lellis.

“Nosso padroeiro nos ensina o jeito certo de viver. Ele nos ensina que precisamos golpear o coração com a pedra da misericórdia de Deus. Abrir o nosso coração para que Deus possa habitá-lo com seu abraço misericordioso e curá-lo para o amor ao Criador e aos irmãos mais carentes, que estão à nossa volta. Sem isso nada podemos fazer de bom. Só podemos produzir mais vaidade e sofrimentos para nós e para os demais irmãos, dos quais o mundo está cheio. Peçamos a graça de um coração aberto para Deus e para os irmãos, começando pela nossa casa. Que o nosso coração se abra para Deus a fim de que ele recicle toda amargura, todo ressentimento, todo o ódio, todo o apego e nele desabroche o amor caritativo, sobretudo para com os que sofrem”, declarou Pe. Arlindo Toneta.

Na mesma data o Provincial e Presidente das Organizações Camilianas, Prof. Dr. Pe. Léo Pessini realizou uma celebração eucarística com a participação especial dos profissionais da Saúde dos hospitais camilianos de São Paulo e outras entidades. “A mensagem de São Camilo continua atual. É preciso buscar a luz do evangelho para viver de forma mais fraterna e com mais amor ao próximo. Não adianta ter tecnologias se vivermos sem ternura”, falou Pe. Léo.