Semana da Pedagogia discute e homenageia o trabalho do Patrono da Educação Brasileira

Um homem que dedicou a vida à educação, que entre tantos pensamentos, defendeu a ideia de que não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão. Esse foi Paulo Reglus Neves Freire, educador e filósofo brasileiro, recentemente nomeado Patrono da Educação Brasileira.

Com o objetivo de homenagear e discutir o trabalho do pensador, abordar a relevância histórica da educação de jovens e adultos (EJA) na sociedade brasileira e a importância da formação de educadores desse segmento, o Centro Universitário São Camilo-SP promoveu, no período de 5 a 8 de novembro, a IX Semana de Pedagogia. O evento, organizado pela Coordenadora do Curso, Profa. Luciene Pedro, e pela docente Jeane de Jesus Zanetti Garcia, abordou o tema: Paulo Freire e a Educação de Jovens e Adultos no Brasil, e promoveu debates e palestras com especialistas da área que discutiram assuntos, como: “O aluno da EJA e suas trajetórias de vida”, “A Questão Étnico-Racial na Educação de Jovens e Adultos” e “Vivências na sala de EJA”.

“Na nossa cidade, por exemplo, temos muitos casos de pessoas que por algum motivo não tiveram acesso à educação e nós, pedagogos, precisamos pensar e fazer algo por essas pessoas. Pessoas que têm dificuldade em compreender a palavra, consequentemente terão dificuldade para entender o Mundo”, conta a Profa. Ana Lúzia Carneiro, docente do curso de pedagogia da Rede São Camilo, relembrando a importância da pedagogia perante a sociedade e indo ao  encontro de outro pensamento de Paulo Freire que valoriza o papel do educador: “Ensinar é preparar o caminho para a total autonomia de quem aprende, fazendo um cidadão consciente de seus deveres e direitos”.